Deus sente ciúmes?

Deus sente ciúmes?

Manassés profanou os locais sagrados, colocou o poste ídolo de Asera na região do templo conforme 2 Crônicas 33:5-7. Josias trouxe uma reforma e destruiu todos esses lugares conforme 2 Reis 23. Todavia, quando os babilônios exilaram o rei Joaquim e deixaram Zedequias como rei vassalo (servo da Babilônia) este fez o que parecia mal aos olhos do Senhor nos 11 anos que ficou como rei. Acredita-se que após o exílio de Joaquim com os sacerdotes em 597 a.C. que o rei Zedequias restaurou essa imagem de Asera no portão norte do Templo. Os israelitas tinham muitos altos e baixos. Ora serviam a Deus, ora serviam aos ídolos dos cananeus. De acordo com as pesquisas dos arqueólogos, antes do cativeiro babilônico era possível encontrar muitas estátuas de ídolos nas casas dos israelitas, porém no período posterior ao cativeiro não encontraram nenhuma. A proporção é de milhares de estátuas antes do cativeiro e nenhuma após o cativeiro. Isso significa que o cativeiro trouxe cura a Israel.

Ezequiel 8:1-5

No sexto ano, no sexto mês, aos cinco dias do mês, estando eu sentado em minha casa, e os anciãos de Judá, assentados diante de mim, sucedeu que ali a mão do Senhor Deus caiu sobre mim. 
Olhei, e eis uma figura como de fogo; desde os seus lombos e daí para baixo, era fogo e, dos seus lombos para cima, como o resplendor de metal brilhante.
Estendeu ela dali uma semelhança de mão e me tomou pelos cachos da cabeça; o Espírito me levantou entre a terra e o céu e me levou a Jerusalém em visões de Deus, até à entrada da porta do pátio de dentro, que olha para o norte, onde estava colocada a imagem dos ciúmes, que provoca o ciúme de Deus. 
Eis que a glória do Deus de Israel estava ali, como a glória que eu vira no vale.
Ele me disse: Filho do homem, levanta agora os olhos para o norte. Levantei os olhos para lá, e eis que do lado norte, à porta do altar, estava esta imagem dos ciúmes, à entrada.

Enquanto os sacerdotes estão exilados na Babilônia, o povo tenta adorar a Deus da sua maneira e muitos até pensavam que estavam agradando a Deus, todavia o que estavam fazendo era irritar ao Senhor e afastá-lo do local de sua sua própria habitação.
Na visão que Deus deu a Ezequiel a situação só piorava na medida que ele se aproximava do local santo. Do portão, para o átrio exterior ou das mulheres, depois para o átrio interior, depois para salas secretas nas dependências do templo. A cada vez mais que se aproximava, mais abominações ele via. A corrupção era generalizada. Tudo isso, só fez com que o Senhor de fato mostrasse o motivo para a destruição de Jerusalém. O Senhor deixou a sua morada. Levantou-se do Santo dos Santos, foi até a porta, cruzou os portões e parou temporariamente sobre o monte das Oliveiras até que se retirou completamente da cidade de Jerusalém. Seis anos depois dessa visão, a cidade de Jerusalém foi totalmente destruída.