Mateus, o apóstolo improvável

Mateus, o apóstolo improvável

O primeiro livro do Novo Testamento conhecido como o Evangelho segundo Mateus é atribuído a um homem cuja profissão e posição na sociedade de então o classificaria como improvável, como um absurdo para os padrões de sua época. Um publicano era odiado pelos judeus e o problema se agrava ainda mais ao notar que público alvo era exatamente o que o odiava.