Jardim do Túmulo [The Garden Tomb]

Jardim do Túmulo [The Garden Tomb]

O Jardim do Túmulo em Jerusalém é um dos locais mais visitados pelos cristãos evangélicos.

Neste lugar pessoas de diversas nacionalidades celebram a ressurreição de Cristo.

A história desse lugar começa quando o general Charles Gordon encontrou o local em 1883. Na ocasião, ele observou um penhasco rochoso que parecia ser o “lugar da caveira” ou Gólgota (Mateus 27:33), local onde Jesus Cristo foi crucificado.

Ao contornar a esquina, Gordon descobriu um túmulo antigo e, em seguida, juntando os dois locais, encontrou a colina da crucificação e o local de sepultamento nas proximidades.

Evidências arqueológicas, incluindo um lagar antigo, sugerem que esse lugar era um jardim agrícola nos tempos de Jesus, e dentro do jardim foi encontrado um antigo túmulo judeu.

Por isso, este local é considerado por muitos o mais forte indício de onde Jesus foi sepultado.

No interior da tumba há símbolos cristão muito antigos que alguns acreditam ser algumas das evidências de ter sido este o local.

No lugar onde Jesus foi crucificado havia um jardim; e no jardim, um sepulcro novo, onde ninguém jamais fora colocado”

João 19.41

Esse jardim é um local apropriado para passar um tempo de contemplação, meditação e reflexão sobre o sacrifício que Cristo fez por nós. É muito comum ouvir corais de diversas nações em diferentes idiomas louvando e proclamando o amor de Deus nesse local. Por essa e outras razões é possível sentir a presença de Deus muito próxima de nós.

A mensagem bíblica tocante está escrita na porta:

“He is not here for He is risen”
ou seja
“Ele não está aqui porque ressuscitou”.

Lucas 24.6

Visitando o local

O jardim fica aberto de segunda-feira à sexta-feira das 08:00 às 19:00, de sábado das 08:00 às 18:00, porém não funciona aos domingos. A entrada é gratuita.

Para obter maiores informações acesse o site: https://gardentomb.com